Produção industrial cresce 0,5% em setembro

linha-de-montagem-na-china.jpg

A produção industrial voltou a crescer em setembro. Segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), houve um avanço de 0,5% frente a agosto puxado pela fabricação de bens duráveis e bens intermediários.

Apenas a produção de bens duráveis cresceu 1,9% frente a agosto. Esse dado sugere um aumento da confiança entre os industriais, já que esses produtos, a exemplo de geladeiras, fogões, televisores e outros equipamentos, são fabricados apenas quando há expectativa de que as vendas serão positivas.

A produção de bens intermediários também avançou no período, registrou crescimento de 1,2% na comparação com agosto. Esses bens são itens usados para a fabricação de outros produtos e, na prática, eles são fabricados quando há expectativa de aumento de investimentos.

Os dados do IBGE mostram ainda que entre os setores, as principais influências positivas foram registradas por produtos alimentícios (6,4%), indústrias extrativas (2,6%) e veículos automotores, reboques e carrocerias (4,8%).

Reformas para o País crescer

Os números, no entanto, mostram que muito ainda precisa ser feito para recuperar a indústria e a economia do País. No ano, o setor acumula queda de 7,8%. Não à toa o governo tem tomado medidas para criar as condições necessárias para os investimentos.

Entre as ações que têm sido adotadas estão a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que limita a expansão dos gastos, e o Cartão Reforma, que dá uma linha de crédito especial para melhorar moradias. Essas e outras propostas vão aumentar o potencial de crescimento no País.

Fonte: Portal Brasil, com informações do IBGE

Anúncios

Os comentários estão desativados.