3 riscos de fraudes corporativas que podem afetar a sua empresa

como evitar fraudes1- A clássica fraude interna

Dos casos de fraudes internas analisados pela empresa, observou-se que 58,4% envolvem o favorecimento de fornecedores, o conflito de interesses envolvendo amigos e familiares dos funcionários e pagamentos. “Áreas críticas como compras, vendas ou relacionamento com cliente são as principais portas de entrada para este tipo de fraude”, afirma Hencsey.

2- Uma trama entre um funcionário interno e colaboradores externos

Nos casos que envolvem organizações externas e parceiras, ou seja, onde há uma fraude comandada por um funcionário e outra instituição, a pesquisa constatou que 41,18% das vulnerabilidades são ligadas a propinas, 39,22% a apropriações indébitas, 15,69% a conflitos de interesses e 3,91% à corrupção de agentes públicos.

Além disso, é importante ressaltar que 58,82% das organizações envolvidas nessas tramas são prestadores de serviços e consultoria, pois há uma grande dificuldade no controle desse setor. Nestes casos, 62% têm a participação do alto nível executivo.

3- A contratação de empresas vírus

Empresas vírus são organizações criadas especificamente para cometer fraudes. De todas as companhias que participaram da pesquisa, “24% sofreram ataques de empresas vírus, situação que poderia ser evitada se houvesse uma análise técnica dos fornecedores por meio de processos como o due diligence de terceiros”, explica Hencsey. Do total de empresas vírus, 15% não estavam com os registros ativos e 85,7% eram fornecedoras ou prestadoras de serviços. Nestes casos de fraudes, 75% dos funcionários da empresa vítima envolvidos eram do alto escalão.

Fonte: Forbes Brasil

Anúncios

Os comentários estão desativados.