Arquivo da categoria: Sem categoria

Empreendedora de Sucesso | Kênia Chagas Carvalho

Kênia Chagas Carvalho, proprietária da Apolo Viagens e Turismo, é uma empreendedora que tem muito prestígio na cidade de Varginha.

Ela é uma figura influente no turismo e sempre encanta seus clientes com o padrão de todo atendimento de sua agência.

São muitos anos dedicados a este ramo e predicados únicos para oferecer a todos excelentes viagens através de roteiros impecáveis.

Kênia que é, por sinal, muito esforçada e inteligente, oferece uma estrutura maravilhosa para apresentar pacotes e destinos inesquecíveis.

Ficam registrados nossos aplausos e agradecimentos em nome de parceiros, clientes e colegas de profissão como manifestação de sincero reconhecimento.

APOLO VIAGENS E TURISMO

Rua Presidente José Paiva, 68 – Centro – Varginha

✆ (35) 3222-7870

Anúncios

Empreendimento de Sucesso | Tatá Lanches

Tatá Lanches é um empreendimento tem nossa total recomendação.

Os lanches deste negócio são sensacionais e o consumidor é muito bem atendido por uma qualificada equipe.

A lanchonete, que está sob nova direção, tem feito um trabalho muito responsável na área de fast food e deixa evidente seu prazer em atender sua solicitação para experimentar seus x-tudo, x-salada, x-burguer, misto quente e outras opções especialíssimas e convidativas.

Um cardápio bem saboroso está à disposição dos clientes tanto para degustação no local quanto pelos pedidos pelo telefone, com entregas rápidas de lanches quentinhos.

A lanchonete trabalha apenas produtos de ótima qualidade e seu delivery é aprovado na cidade inteira.

Ligue e faça seu pedido.

Tatá Lanches

Rua Dr. Spartaco Pompeu, 50 – Damasco – Varginha

✆ (35) 3223-4562

Hiperidrose: entenda o que é a condição caracterizada pela produção excessiva de suor

Quando realizamos esforços físicos, estamos estressados ou sentimos calor é normal suarmos, pois é a resposta do organismo a estas situações na tentativa de manter a temperatura do corpo equilibrada. Porém, 2% da população mundial produz uma quantidade excessiva de suor em áreas concentradas mesmo quando estão em repouso. “Isso ocorre devido a uma condição conhecida como hiperidrose, onde as glândulas sudoríparas dos pacientes são hiperfuncionantes, ou seja, trabalham além do necessário”, explica a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. A hiperidrose é benigna, não trazendo males à saúde, mas pode causar uma série de constrangimentos sociais, tornando um simples ato, como o apertar de mãos, em uma situação desagradável. “A maioria das pessoas que sofrem com hiperidrose são saudáveis, sem patologias associadas, bastando então apenas que o sistema nervoso envie estímulos em excesso às glândulas sudoríparas.”
De acordo com a especialista, os principais locais do corpo afetados pela condição são as mãos, couro cabeludo e axilas, regiões aparentes ou de grande contato com outras pessoas, por isso, juntamente com os pés, são as principais queixas das pessoas que procuram o médico devido ao suor excessivo. Mas a boa notícia é que hoje já existem uma série de tratamentos que ajudam a diminuir a produção excessiva de suor causada pela hiperidrose. “Porém, estes tratamentos variam de acordo com o local e a intensidade da doença, sendo assim importante que você consulte um dermatologista para que a melhor intervenção para o seu caso seja indicada”, ressalta. “Para casos leves, por exemplo, a utilização de antitranspirantes à base de cloreto de alumínio pode ser suficiente. O uso de roupas de algodão é outra recomendação nestes casos, visto que o tecido permite que a pele respire adequadamente.”
Em casos mais graves, quando a doença incomoda a ponto de interferir na qualidade de vida do paciente, pode-se recorrer a aplicação de toxina botulínica, que bloqueia perifericamente a secreção das glândulas sudoríparas na região em que é aplicada. “Essa aplicação pode ser realizada em áreas onde a concentração de suor é muito grande, como a testa, o couro cabeludo, as axilas, mãos e pés. Sua duração varia de oito a dez meses”, destaca a Dra. Paola Pomerantzeff. “Outra alternativa é a simpatectomia, cirurgia torácica em que a inervação simpática é interrompida. Porém, essa cirurgia é cada vez menos realizada pois apresenta risco de complicações, como o risco de hiperidrose compensatória, onde outro local passa a apresentar hiperidrose após a cirurgia. Por exemplo, se a hiperidrose era axilar, ela passa a ocorrer nas mãos ou no abdômen após a cirurgia.”
Estudo do Ipea aponta que inflação dos planos de saúde é bem superior ao IPCA
O Brasil tem hoje mais de 47 milhões de beneficiários de planos de saúde. Às vésperas da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinar o teto para o reajuste anual dos planos individuais – que correspondem a quase 20% do total de usuários no país – o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulga estudo com a evolução dos preços dos planos de saúde entre os anos 2000 e 2018. Com base em dados do IBGE e da ANS, o trabalho conclui que a taxa de inflação dos planos de saúde individuais chegou a 382% em 18 anos, bem superior à inflação geral de 208% registrada pelo IPCA.

A diferença é ainda maior em relação ao IPCA Saúde, que registrou inflação de 180% no mesmo período, excluídos os reajustes de planos de saúde e cuidados pessoais. Em função do aumento do desemprego e da queda da renda, nos últimos quatro anos, mais de três milhões de pessoas deixaram de ter planos de assistência médica.

Recentemente, a ANS aprovou uma nova metodologia para o reajuste dos planos individuais e familiares, mas o estudo do Ipea questiona se o novo método será eficaz, em especial, se evitará o aumento continuado dos planos de saúde e se reduzirá a judicialização, uma vez que deixou de fora os planos coletivos. Esses planos – que respondem por 80% dos usuários – não têm reajuste definido pela ANS, visto que o índice é determinado a partir da negociação entre a pessoa jurídica contratante e a operadora de plano de saúde.

Diante deste cenário, os pesquisadores propõem, no futuro, estudos para a criação de outro índice de preços para todas as modalidades de planos de saúde, que tome como base a produção dos serviços médico-hospitalares, para servir de parâmetro, ao lado do IPCA Saúde, para a política de reajuste. “É preciso que a sociedade discuta o assunto, a fim de assegurar que os brasileiros não sejam prejudicados por conta do aumento de preços dos planos de saúde, principalmente porque a maioria do mercado continua desprotegido”, afirma o pesquisador Carlos Ocké, coautor do estudo ao lado de Eduardo Fiuza e Pedro Coimbra.

A pesquisa mostra, ainda, que os planos de saúde foram patrocinados indiretamente com subsídios no valor de R$ 14,1 bilhões em 2016, originados do abatimento do imposto a pagar em Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) e Pessoa Jurídica (IRPJ). “Num cenário de restrição fiscal, as autoridades governamentais deveriam atentar para este fato, principalmente diante das queixas dos consumidores sobre os reajustes abusivos praticados pelo mercado dos planos de saúde”, destaca Carlos Ocké.

Eu e você sabemos conversar?

Trata-se de conhecer a melhor linguagem entre os homens, as corporações, os governantes e os governos no plano internacional.

Muitos valores, pessoais, comerciais, políticos, etc, perdem-se porque a ferramenta da conexidade entre os homens – necessariamente sociais e vinculados – não funciona.
Já se disse que sem sair do buraco cultural dos demais não escapamos.

Todos os povos que “deram a volta por cima”, algo que necessitamos, começaram pela cultura, não pela previdência, por mais que esta importe.

É mais do que a educação formal – pela qual engatinhamos, mas não nos desanimemos.

O déficit cultural fica evidente quando constatamos, na família, nos grupos, em todos os aglomerados humanos, a discussão, que deveria ser no sentido da Academia e do Liceu, a cada minuto ficar mais acalorada e terminar na regressão recíproca, quando não tomada pelo ódio gratuito.

A boa comunicação gera a paz. A ruim planta o desalento. Se o atendente pode dizer que “a sua chamada deve ser refeita e que você deve conferir a numeração digitada”, gera a calma ;”este telefone não existe” traz implícita um crítica à sua negligência. O conjunto dessas conexões verbais já forma um prenúncio de cultura da linguagem como ferramenta da evolução humana.

Não nos esqueçamos que dávamos grunhidos e comunicamo-nos pela linguagem dos sinais, com as mãos. Libertas estas, pelo homem ereto, os sinais foram possíveis e as bocas esboçaram vontade e os primeiros e corriqueiros pensamentos.

Comunicamo-nos fundamentalmente pelo cérebro e seus agentes são a voz, a escrita, os sinais, os olhos, mãos e pernas. Se aperfeiçoarmos nossa linguagem, a paz prevalecerá, as intimidades serão protegidas, os desentendimentos inúteis desaparecerão e muitos litígios serão resolvidos por manifestações da inteligência espontânea.

Criam-se costumes culturais. Empenhemo-nos nessa tarefa, no cotidiano. Estaremos contribuindo com boa parte de nossas possibilidades para termos o que todos desejam, em síntese: uma vivência digna, que não seja simples sobrevivência à espera do último e ainda misterioso momento.

*Amadeu Garrido de Paula, é Advogado, sócio do Escritório Garrido de Paula Advogados.

DICA DE LEITURA | WHY NOT

O Brasil assistiu nos últimos anos ao rápido crescimento da JBS, que, nas mãos dos irmãos Wesley e Joesley Batista, saiu da condição de pequena empresa familiar para transformar-se em gigante mundial. Já no auge do sucesso, Joesley trocou seu iate Blessed(“Abençoado”, em inglês) por um novo e maior, que batizou de Why Not(“Por que não?”).

O sugestivo nome parecia indicar os rumos que os irmãos estavam dispostos a percorrer. Por que não subornar políticos para aprovar leis que favorecessem a empresa? Por que não crescer contando com atalhos e privilégios de uma rede estatal de benefícios? Por que não gravar políticos, clandestinamente e em situações comprometedoras, tendo em vista uma possível delação premiada?

Narrando esse caso no ritmo de um thriller político e empresarial, após dois anos de apuração e mais de uma centena de entrevistas, a jornalista Raquel Landim remonta em Why Not a história da JBS desde sua origem até os bastidores da negociação do polêmico acordo de colaboração premiada, que garantiria imunidade judicial aos irmãos Batista apesar de seus crimes.

Com inegável talento para negócios, Wesley e Joesley perceberam desde cedo que poderiam crescer ainda mais se contassem com a ajuda do governo, mesmo que para isso tivessem que adotar métodos nada convencionais, dando início ao que se tornaria um dos maiores esquemas de corrupção já descobertos em uma empresa privada brasileira. Todos os detalhes desta incrível história os leitores acompanharão em Why Not como se fossem um observador invisível no submundo do poder e da ganância.

ISBN: 8551004395

Profissional de Sucesso | Dra. Mariana Rodrigues

A médica dermatologista Dra. Mariana Rodrigues inicia suas atividades com muita disposição.

Seus atendimentos estarão centralizados nas cidades de Varginha e Elói Mendes, mas abrangerão também pacientes de outros municípios vizinhos.

Dedicada à profissão, tal passo só fortalece esta área da medicina que dispensa precisas instruções para manter o maior órgão do corpo humano – a pele, saudável.

Consultas e outros procedimentos serão realizados na clínica da referida dermatologista, promovendo bem estar e equilíbrio que só tratamentos dermatológicos oferecem.

Seguem abaixo os telefones para agendamentos.

Dra. Mariana Rodrigues

DERMATOLOGISTA

Rua Alberto Cabre, 88 – Vila Pinto – Varginha

✆ (35) 3221-6051

Rua 7 de Setembro, 223 – Centro – Elói Mendes

✆ (35) 3264-3397

Facebook: https://www.facebook.com/Mariana-rodrigues-dermatologista-2513924691993689/

Empreendimento de Sucesso | Taf Turismo

Taf Turismo tem se destacado positivamente no ramo de fretamento de ônibus e merece aplausos pela qualidade e pela seriedade presentes nos seus serviços.

O empreendimento contribui com a qualidade de sua viagem/passeio e oferece uma série de benefícios aos clientes, seguindo todas as normas e outras características técnicas necessárias.

Com escritório localizado em Varginha, sua frota está à disposição para locação em toda região.

Taf Turismo tem se esforçado diariamente para manter sua ótima imagem e realiza constantes investimentos para seguir com seu alto padrão.

A empresa é um negócio muito sério e tem competentes profissionais no seu comando, incluindo responsáveis motoristas e demais colaboradores.

CONFORTO, TRANQUILIDADE E SEGURANÇA é com a Taf Turismo.

Taf Turismo

Av. Santo Afonso, 50 – Jardim Europa – Varginha

✆ (35) 99927-1042 | 99838-7912 | 99728-9424